Saúde Mental em luto!

Juntamente com outros coletivos de Saúde Mental, estamos em luto pela notícia da posse de Valencius, ontem a tarde, a despeito de toda a movimentação dos mais diversos grupos e da Ocupação.

Compartilhamos assim o texto da colega Ana Elizabeth, psicanalista e militante da causa:

Caros colegas, Lamentável!

Sabemos de onde vem tanto poder, mas sabemos também de onde extrairmos forças para tentar preservar o que acreditamos.

Há 21 anos trabalho como supervisora de CAPS. Comecei esse trabalho com o Hospital dia Espaço Azul, primeiro serviço alternativo ao modelo asilar, fundado dentro do maior asilo do Estado, o Hospital Ulisses Pernambucano. Anos depois transformou-se num CAPS ligado ao Estado, até ser municipalizado. Hoje é o CAPS Espaço Azul, marco histórico da Reforma em PE. A fundação desse serviço foi o resultado da luta árdua de uma equipe militante da Reforma Psiquiátrica em PE. Poucos meses depois da fundação, me convidaram para acompanhá-los na trajetória desse projeto. Tempos difíceis. Se hoje temos uma rede de assistência frágil, naquela época ela nem existia. Era preciso começar a tecê-la. E fomos tecendo aos poucos. Durante esses anos enfrentamos enormes dificuldades: gestões, municipais, estaduais e federais com diferentes níveis de compromisso com a Reforma. Cada mudança de gestão, representava uma grande ameaça. Mas como dizia a equipe: “estamos na ponta. Nós é que sustentamos o trabalho.” E assim foi durante esses anos. Frente às adversidades faz toda diferença uma equipe que sustenta as pontas porque sabe e assume o que está fazendo. A cada abalo sísmico, éramos recompensados pelos depoimentos de usuários como o de Adriano: “a diferença daqui é que mesmo quando estamos loucos, atirando pedra na lua, não deixamos de ser gente. Discutimos até nossa medicação com o nosso médico.” Durante esse tempo acompanhei outros CAPS e hoje eu e outros colegas do CPPL acompanhamos em supervisão clínico- institucional, 8 CAPS na cidade do Recife. Mantemos um espaço semanal de discussão entre nós, supervisores, sobre esse nosso trabalho. Segundo nossa avaliação e também das equipes que acompanhamos, esse tem sido um apoio fundamental de sustentação do trabalho árduo dos CAPS. Hoje, um dia tão ruim para nós, recebi, e já aceitei, um convite da Coordenadora de Saúde Mental da cidade de Recife, militante histórica da Reforma, para dar um suporte, aos supervisores de CAPS. Achei uma iniciativa importantíssima. Mostra que ela, como eu, acredita que mais do que nunca é preciso fortalecer as equipes. Ou seja, precisamos exercitar a resistência em várias frentes. Novamente recorrendo a um lema da equipe do Espaço Azul: “As gestões passam, nós sempre estivemos aqui e continuaremos, porque esse é o nosso trabalho e é nele que acreditamos. ”

Saudações esperançosas para todos.

Ana Elizabeth Cavalcantiluto

Anúncios

Um comentário sobre “Saúde Mental em luto!

Os comentários estão desativados.