Encontro em Cuiabá reúne profissionais e familiares na discussão sobre Autismo e Psicanálise

     O Grupo de Estudos em Psicanálise com Crianças de Cuiabá MT,  há dez anos se dedica ao estudo e reflexão de diversas questões, relacionadas a infância e a psicanálise com crianças, e desde o inicio do Movimento Psicanálise, Autismo e Saúde Pública, o grupo tem se dedicado a estudar mais profundamente o autismo sempre com o apoio da Dra. Adela Stoppel de Gueller.
      Um encontro realizado em Cuiabá, organizado pelo grupo de estudos, composto pelo psicóloga Eliane Andréia Guerra, Psicóloga Crislayne Ruffato, Psicóloga Gisele Margarida Zyger Magalhães, Psicóloga Maria Apare Emico Kajiura Rosa, Psicóloga Nilza Guimarães e Psicólogo Rafael de Souza Pereira Gomes, abordou com profissionais e familiares o documentário intitulado,“O Silêncio que Fala – Diálogos sobre os efeitos do tratamento psicanalítico com autistas”, produzido pelo MPASP – Movimento Psicanálise Autismo e Saúde Pública, dirigido por Miriam  Chnaiderman  e apresentado pela Dra. Adela Stoppel de Gueller. O evento teve como objetivo a projeção do filme e a discussão sobre o autismo e os efeitos do tratamento psicanalítico com crianças com autismo.
      A discussão do filme visou proporcionar um diálogo entre os profissionais de psicologia, fonoaudiologia e medicina, bem como, a comunidade acadêmica, os profissionais da educação e os pais de crianças autistas. Pretendeu-se com a realização deste projeto convocar a nossa atenção para as questões relativas ao autismo.

       O evento realizou-se no dia 19 de Setembro de 2015, das 9:00 às 11:30 no auditório do InterCity Hotel em Cuiabá – MT, foi promovido pelo Grupo de Estudos e contou com a parceria dos acadêmicos do curso de psicologia na divulgação e recepção dos profissionais: pedagogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, psicopedagogos, familiares de portadores de autismo e psicólogos que atuam na capital e no interior.

       A palestra teve inicio com a fala da professora Dra.  Adela Stoppel de Gueller que traçou um percurso histórico sobre o autismo , a psicanálise  e as políticas públicas no Brasil. Após a fala da professora Adela, foi exibido o documentário: “O Silêncio que Fala”. Fizeram parte da mesa a fonoaudióloga Alessandra Abdala, a Psiquiatra Infantil Daniela Carvalho, a Psicóloga e Gestora do CAPSi Curumirim de Cuiabá – MT Luciana Gomes, a mesa foi mediada pela Psicóloga Gisele Magalhães.
        No debate foram feitas colocações sobre o diagnóstico, as causas, a dificuldade da população para ter acesso aos profissionais especializados, a falta de políticas públicas para orientação dos pais de pessoas com autismo, a incidência de profissionais da educação comunicando diagnósticos aos pais e dúvidas dos pais com relação a escolha de escola pública ou privada para inclusão dos filhos com autismo.
       Ao final, os participantes comentaram acerca da importância que este evento trouxe ao divulgar, esclarecer e unir diferentes profissionais que atuam com pacientes com autismo e estudam o tema, favorecendo o aprimoramento técnico e a melhor a qualidade de vida do paciente.
 
Anúncios